A exposição de Joan Miró, O Cântico do Sol (El Cántico del Sol) consiste de 33 gravuras em água-forte e em água-tinta feitas pelo artista catalão em meados dos anos 70, inspiradas no poema de São Francisco de Assis, “O cântico do irmão Sol”, que foi traduzido do italiano medieval para o catalão por Josep Carner e publicado em 1975 como “Cántic del sol”.

Federico Fernández, curador da Obra Cultural da FUNIBER, destaca sobre O cântico do Sol que “a visão do poeta vai das criaturas a Deus, e do SER, que é a fonte primeira e vínculo de unidade, para as coisas criadas”.

Trajetória de Exposição

Ver todos os países e cidades onde a exposição foi realizada